A caminho de Orlando

A manhã estava bem fria, mas nada insuportável. Levantamos e fomos até o aeroporto para alugar o carro, e lá mesmo tomamos café. E começou a novela da alimentação, se bem que essa primeira refeição até que não foi difícil. Eu comprei uma bagel, que um pão em forma de rosca, parece um donut mas bem maior e nesse caso salgado. Pedi um feito com ervas e recheado com cream cheese, e adorei. Depois do café fomos atrás do carro. Tínhamos reservado um Fusion, mas estávamos com medo de não caber as malas. Pensamos em trocar antes da viagem, mas já não tinha nenhum  outro maior disponível. Na verdade, na hora não tinha nem o Fusion e pegamos um outro. Ele lembra o PT Cruising (ou Cruise, sei lá) só que maior. Parece o carro dos irmãos metralha, mas o importante é que tem um porta mala grande. Bom, grande mas não o suficiente, pois foi meio complicado colocar toda a bagagem nele.

 

 

-> tentando fechar a mala!

 

Antes de sairmos, fizemos um tour pelo hotel e quando acabamos a sessão de fotos partimos para Orlando. Fomos pela Ocean Drive, para conhecer as praias tão famosas. Infelizmente não tínhamos muito tempo e nem paramos, só vimos pelo carro mesmo. Só deu pra ver que o negócio lá ferve e tem gente de tudo quanto é tipo.

Iríamos até Fort Lauderdale (mais ao norte), mas a fome bateu antes e paramos no meio do caminho pra comer. Agora sim começou o drama. Acabamos comendo num restaurante argentinho, e até que não foi tão ruim e nem tão caro.

Saímos de lá e fomos dar início ao melhor de tudo: compras, se é que podemos chamar assim, afinal começamos pela farmácia. Se é que novamente podemos chamar assim, afinal vende de tudo lá, mais parece um mercadinho. E até mesmo lá tudo é muito mais barato, daí já viu né. O Marcio e a Andreia compraram um teste pra saber o sexo do bebê, chama-se InteliGender, mas ela ainda não fez. Saímos desse “shopping”, atravessamos a rua e fomos tirar fotos na praia.  E de partimos de vez para Orlando.

Foram umas 3 a 4 horas de viagem e tudo tranqüilo graças a Deus.

Comecei a sentir a magia quando vi a linda entrada “Walt Disney World”, só estando aqui pra saber o que é.

Comentários:

[Amanda]
Hilton… UAU!!! rsrs

04/01/2010 07:47

[andré]
Aeeeeeeeeee, Fabi, que felicidade, heim!? Começando o ano assim, que beleza! Aproveita bastante. Gostei do carro de gangster.Bjão

04/01/2010 00:05

   [Roberto (Pai)]
Olá minha filha fiquei feliz quando soube que voce chegou sem poblemas. Bom divertimento…Beijão pai pai.

03/01/2010 19:52

 [Elaine]
Como assim?!?! a mala já não está fechandoooo?!?!? vishi maria!!! vai ter que comprar mais umas 2, pelo visto!! hahaha… as fotos estão legais!! vc está linda e super feliz!!! aproveite amiga!! mais um sonho realizado!!! tudo de bom, né?? te adoro!!! bjão!!

03/01/2010 17:35

Anúncios

Miami

Esse vôo foi muito tranqüilo também, mas estávamos exaustos e entediados. O Thiago gostou da gororoba que foi servida dessa vez. Eu comi só a salada. Aqui começou a nova frescura dos americanos em relação à segurança nos aviões: entre outras coisas não se pode levantar nem pra ir ao banheiro durante a última hora do vôo, o que provocou um movimento frenético de gente querendo se aliviar antes de iniciar a nova regra…

Chegamos em Miami por volta das 21:10, horário local (no Brasil meia noite e pouco – lembrando que levantamos antes das 5). O Thiago e eu passamos tranquilamente pela imigração com direito a gracinhas do oficial que logo depois passou por nós perto da esteira e me cumprimentou com “tapinha nas costas”, já o Marcio e a Andréia… todos sabem que a Lei de Murphy vai se manifestar numa hora ou outra, e como ela mesma preconiza, tinha que ser na pior hora. Eles seriam os próximos da fila quando de repente, todos os oficiais encerraram o expediente e ficou apenas um guichê funcionando.Eeles e todas as outras pessoas que também já estavam na boca de outros guichês foram colocados no fim da única fila que formou! Deu tempo de pegar todas as malas e como não sabíamos o que estava acontecendo, ficamos achando que eles seriam deportados! Kkk Raiva me deu quando peguei a minha mala: João, acho que vou ter que te dar uma mala nova, arrancaram o puxador dela! Bom, daí eu peguei um carrinho pra colocar as bagagens e na hora de passar pela alfândega o cara achou que todas as malas fossem minhas, e quando falamos  que estávamos chegando da Colombia, nos mandou pra inspeção de bagagens. Mas foi tranqüilo, não abriu nada, só raios-X.

Comentários:

[Roberto (Pai)]
Pô…filha é dificíl ler este Brog que vc tá fazendo,não sei onde começa,onde termina,tá tudo misturado,mais tudo bem. Fá se essa Colombiana que voce fotografou é velha,as novas devem ser princesas.bjs Pai..Pai

03/01/2010 20:05

[Bruno Guedes]
Showwww faaa! Pensou eu na Avianca? hahahahaha só esse chapéuzinho ne hehehehehe isso aí linda! ;D bjaooo

03/01/2010 11:24

Bienvenidos a hermosa ciudad de Bogotá

Chegamos lá por volta de 12:30, horário local (15:30 no Brasil) e aí começou a peregrinação. O vôo de conexão para Miami sairia as 18:15 e até lá ficaríamos sem fazer nada. Quando descemos do avião, não demos conta desse detalhe, e até mesmo pelo cansaço, seguimos o fluxo e caímos direto na sala de embarque, ou seja, não poderíamos sair de lá. O problema é que já estávamos com fome e sede, o local era muito abafado  e além de não ter opção de restaurantes, também não tínhamos dinheiro (pesos) pra gastar e nem onde trocar e cartão só acima de certos valores. Resolvemos tentar sair do aeroporto e aí deu-se início a burocracia. Era só passar pela imigração e depois voltar, mas entre uma coisa e outra tivemos que explicar para umas 10 pessoas o que queríamos fazer e depois de andar pelo aeroporto inteiro conseguimos sair. Na verdade, não saímos do aeroporto, mas sim do embarque, então fomos procurar telefones e um lugar pra comer. Eu mesma só tomei um sorvete no MacDonalds (sempre a salvação) e água, e estava quase dormindo na cadeira. Demos uma saidinha do aeroporto, só pra respirar um ar mais fresco e tirar fotos. Depois voltamos pro embarque e lá aconteceu um pequeno stress porque a empresa vendeu mais passagens do que podia (o famoso overbooking) e estava solicitando voluntários que desistissem de pegar aquele vôo e trocasse por um no dia seguinte. Primeiro ficamos estabelecendo os critérios pelos quais não poderíamos trocar o vôo, mas quando disseram que como recompensa a empresa daria passagens de ida e volta pra qualquer destino que o cliente escolhesse, passamos a  pensar  em quais situações poderíamos trocar  esse vôo. Eu achei várias, mas depois que avisaram que as passagens seriam pra qualquer destino exceto Europa, percebi que nada nos faria trocar o vôo, principalmente o Thiago, que meio que não se identificou com a Colômbia hihi e não queria ficar nem mais um minuto lá.

Por enquanto não tenho parâmetros suficientes para dizer o que achei de Bogotá. Vista de cima é bem interessante, tem uma geografia que curto muito: fica aos pés de montanhas, o que pode gerar fotos lindas. O aeroporto é meio feinho, lembra um pouquinho o terminal do Tietê, inclusive o pessoal. As pessoas com quem conversei foram simpáticas e atenciosas. Mas devo frisar uma coisinha pra alguma amiga que curta o produto colombiano: fofinha, o pessoal é simpático, mas não vi um só que valesse a pena olhar duas vezes! Aqui valeria o título de “musos da beleza interior”!

 

 

 

Comentários:

[Leslie] 
Adorei a comparação do aeroporto de Bogotá com a rodoviária do Tietê!(hahaha)

06/01/2010 13:32

[Elaine] 
Fáááá!!! Morri de rir com seus comentários…. hahahaha… Que aeromoça é essa!?! Todos os colombianos se vestem assim com essas roupas esquisitas?!! hahaha… então quer dizer que Bogotá, definitivamente, não um bom lugar p/ se passar as próximas férias né!?! hahaha…. Bjs 03/01/2010 17:33

Fui….

A jornada começou cedo. Coloquei o celular pra despertar as 4:58 e diferentemente dos dias normais, não precisei de todo meu ritual pra sair da cama, dessa vez foi num pulo só. Chegamos no aeroporto as 6:20 e as 9:40 o avião decolou, praticamente sem atrasos. O vôo foi ótimo e apesar da chuva que caia quando saímos, logo ele foi pra cima das nuvens e o céu estava azulzinho. A Avianca até que não é tão ruim não (tirando a comida que o Thiago odiou e o banheiro que hora não tinha água na pia hora não tinha pra descarga). O interessante foi que, em vez de aeromoças, tinha aero-velhas (com maquiagem estilo Amy Winehouse) e aero-tiozões e, pra quem tem um irmão de 22 anos (com cara de 16) que é comissário de vôo, isso foi motivo de estranheza. Mas pelo menos foram bem simpáticos. Aliás, achei lindo o uniforme das comissárias, bem típico mesmo, até pedi pra tirar uma foto com uma delas.

Mas algo extremamente inusitado aconteceu nesse vôo (e do segundo que pegamos em Bogotá):  pela primeira vez em todas as minhas viagens, não havia nenhuma criatura esquisita ao meu redor ou principalmente criança berrando, fazendo manhã, batendo no meu encosto, peidando ou querendo abrir a saída de emergência.

 

 

Comentários:

 [Carlos]
Gostei do fotógrafo.. rsrss

06/01/2010 14:03

[Bruno Guedes]
Po fico muito feliz de ver voce viajando, curtindo, aproveitando, e sendo essa pessoa nota 10000! Lutou, batalhou e está aí rsrs! e assim que conseguir concessoes de passagens, vc será a primeira hein? rs se cuida, que Deus te acompanhe sempre e aproveite sempre Faaa e um FELIZ 2010 a vc e todos os seus amigos!

03/01/2010 11:26

Atenção senhoras e senhores…

… iniciando os procedimentos de decolagem!

Status

Tempo restante:  9,5 horas

Nível de ansiedade: pura adrenalina!!!

Bagagem: 100% pronta (consegui fechar a mala)

Papelada: 100%

Grana: nunca o suficiente

Dispositivos eletrônicos: full charged

Transporte: 100% resolvido

Pendência emocional: 0,1% não resolvido (faltou um “tchau”)

Família (viajantes): 100% entrosamento

FarmVille: colheita realizada e nova plantação em andamento

Temperatura:

  – São Caetano: 23o com uma lua bonita no céu

  – Bogotá: 14o

  – Miami: 21o 

  – Orlando: 14o

  – Nova York: 1o  (delícia!!)


Este é o último post do Brasil!

Embarcaremos as 9 da manhã e chegaremos em Miami lá pelas 21 (horário de lá). Tem escala em Bogotá, por isso a demora.
Que Deus esteja conosco do início ao fim, e que cuide de vocês aqui também!
 Ah pai, pode deixar: vou tomar cuidado, vou dirigir com prudência, não vou ficar até tarde na rua (exceto na virada tá bom), vou andar agasalhada, não vou aceitar doces de estranhos, não vou andar em más companhias, vou cuidar dos meus pertences, vou me comportar direitinho ok!

Mãe e Fiota, cuidem do meu bebezinho!!!!

Beijos a todos!
 
 
Comentários:
 
 [Leslie]
Olá Fá!! Aqui estou eu!!! Quero lhe dejar um ótimo ano novo. E que a viagem seja maravilhosa(que com certeza já tá sendo). Ah, coloque muitas fotos pois eu quero conhecer a Disney junto com vc, afinal, com as narrativas que vc faz, até parece que estamos viajando junto com vc mesmo!! Bjs da amiga Leslie, Até mais….

02/01/2010 21:38

 
 [Amanda]
Boa Viagem!! Aproveite tudo e esperamos narrativas! Beijos

29/12/2009 06:57

 
 
 

The Final Countdown

Status

Tempo restante:  41 horas

Nível de ansiedade: muito alto

Bagagem: 70% pronta

Papelada: 90%

Grana: nunca o suficiente

Dispositivos eletrônicos: todos recarregando bateria

Transporte: 95% resolvido

Pendência emocional: 0,1% não resolvido (faltou um “tchau”)

Família (viajantes): contanto permanente para constantes averiguações

Temperatura:

– São Caetano: 29o com chuva

– Bogotá: 21o parcialmente nublado

– Miami: 21o parcialmente nublado

– Orlando: 12o com chuva

– Nova York: 10o com sol (perfeito!!)



E ainda com a sensação que vou esquecer algo…


Amanhã postarei o último relatório antes da viagem!

Comentários:

[thiago!]
Uhu!!!!! Here we go!!!! We’ll rock the US!!!!

27/12/2009 21:57

Na contagem regressiva novamente

Estou mais ansiosa dessa vez do que da primeira, por que?

Talvez porque eu não estou esperando visitar um único lugar, mas vários. Sim, porque agora quero voltar à Estátua, à Grand Central, ao Central Park… e tantos outros lugares; sei o que quero comer e aonde encontrar, sei o metrô que devo pegar (embora tenha certeza que vamos errar em algum momento); não vejo a hora de matar a saudade do meu cupcake red velvet (já famoso a essa altura do campeonato), já estou imaginando as fotos que posso tirar lá no touro de Wall Street, as gracinhas que vou fazer no Museu de História Natural; porque dessa vez vou patinar no gelo (lá no Bryant Park, certo Thiago?), porque quero ir no Top of The Rock, talvez ao entardecer, e tirar a foto famosa sentada no prédio com meus amigos; porque estou louca de vontade de comprar meio quilo de M&M; porque estou curiosa em saber se aquela louca que me pediu dinheiro na frente do hostel ainda circula por lá e, será que ela vai me reconhecer??; porque quero que pelo menos em um dia neve muito e dê pra gente fazer um boneco de neve; aliás, o Thiago e eu fizemos uma lista dos lugares que queremos ir:

– Brooklyn Bridge, a noite: pra fotografá-la toda iluminada (foto clássica);

– queremos andar pelo Brooklyn;

– vamos tirar fotos na escadaria do MET e do Museu de História Natural (entrar só se tivermos tempo);

– Magnolia Bakery, onde vivem os cupcakes mais famosos de NY;

– Carnegie Deli: quero ver de perto aqueles super lanches de pastrami;

– vou comprar meu novo Ipod na nova loja da Apple, no Upper West Side (e vamos visitar as Apple Store da 5th – óbvio, e a do SoHo – e não vamos comprar nada, óbvio);

– Washington Square e arredores;

– NY University e Columbia University;

– quero muito conhecer a Maxille and Mandibulle, uma loja de peças anatômicas e réplicas de fósseis;

– Central Park, vários pontos dessa vez;

– Rio Hudson, que ficou mais famoso depois que o avião pousou nele;

– vamos em alguma loja de fantasia e tentar tirar muitas fotos;

– Upper East Side, o lado glamuroso de NY;

– NY Public Library e conferir se a ruiva do penteado excêntrico ainda está lá;

– Madame Tussaud! Tinha esquecido! Preciso bolar as fotos que vou tirar dessa vez;

– ahh, vamos aparecer naquela câmera da Times, e alguem tem que estar online pra nos ver dando tchauzinho e capturar a imagem pra entrar pra história;

– talvez o helicóptero… talvez a limosine…

– queria tanto comer o hot-dog do Nathan’s…

– vamos comprar um blu-ray na Virgin;

– ahhh, tem a visitinha a Chinatown, de onde espero voltar com uma “legítima” Louis Vuiton ou Hugo Boss…


Quanta coisa pra fazer!!!! Não vai dar pra fazer tudo, acho que teremos que voltar lá outras e outras vezes. Mesmo porque acabei de lembrar que dizem que NY fica linda no outuno, as árvores naquele tom dourado; e na primavera então, o Central Park deve ficar estonteante!

-> Municipal Building NY – inverno 2009

Comentários:

thiago!]
Faltou o prédio do Friends… o Time Warner Center, o espaço Sony… OMG! Qto lugar… acho q naum vou voltar mais para o BR…

19/12/2009 18:02

thiago!]
Tá chegando…. mal posso crer… OMG!!!!!

19/12/2009 17:58