O retorno

E todos já sabem: se voltei a blogar é porque já estou começando a fazer as malas novamente!!!!

Para os que ainda não sabem qual meu próximo destino, paciência, ainda não vou contar. Pelo menos não todo ele! Mas um pedacinho vou dizer.

No meu último post (esse aí de baixo), onde eu reflito sobre minha experiência em Nova York, acho que deixei claro como gostei daquela loucura e no final disse que gostaria de retornar outras vezes, em outras estações, ou no inverno mesmo. Embora quisesse, não imaginava que seria tão rápido! Em janeiro estarei lá. Curtindo o frio, talvez a neve, meu cupcake red velvet, Times Square, as maluquices do metrô e tantas outras sensações, algumas inexplicáveis, que fizeram com que eu me apaixonasse por NYC.

Resolvi começar a narrativa neste momento porque me bateu uma saudade muito grande, principalmente porque estou neste site: http://www.earthcam.com/usa/newyork/timessquare/?cam=wmv_streaming. São câmeras ao vivo mostrando o movimento na Times Square, e tem som. Enquanto escrevo, estou escutando o barulho do vento, os apitos dos guardas de trânsito, os motores e as buzinas dos carros, a sirene famosa do caminhão de bombeiros e da polícia. Você deve estar fazendo duas perguntas: a gente não escuta todo dia isso? e, como alguém curte ouvir o som do caos? Tenho uma única resposta:


That’s NEW YORK CITY baby!!!!!


E além disso todos sabem que não sou muito convencional…


Estou ouvindo o barulho, sentindo o friozinho (está frio mesmo hoje aqui), e estou visitando sites de cupcakes. Ahhhhhhhh! Se fechar os olhos, posso me tele-transportar.

Parênteses: por falar em imaginar estar em algum lugar, fazendo coisas legais, lembrei da cirurgia que fiz hoje, junto com um amigo, que me ajudou por telefone. Um beijinho pra ele!!!! Com sabor de cupcake red velvet!


Anúncios